LULA NA FRENTE

Se as eleições fossem hoje, o ex-presidente Luiz Inácio ‘Lula’ da Silva (PT) venceria no primeiro turno, com 45% dos votos, de acordo com a pesquisa mais recente da Genial Quaest, divulgada nesta quarta-feira (12). O petista é seguido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), com 23%, o ex-juiz Sergio Moro (Podemos), com 9%, o ex-governador Ciro Gomes (PDT), com 5%, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 3%, e a senadora Simone Tebet (MDB), com 1%. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), e Luiz Felipe D'Ávila (Novo) não pontuaram. Brancos e nulos são 8% e indecisos somam 4%. A margem de erro é de dois pontos percentuais. Os resultados são similares aos da edição anterior, divulgada em dezembro. Nos cenários simulados para o segundo turno, Lula continua vencendo em todos. Contra Bolsonaro, o placar seria de 54% contra 30%. Contra Moro, seria de 50% a 30% e, contra Ciro, 52% a 21%. Já Bolsonaro, além de perder para Lula, também seria derrotado por Moro e por Ciro pelos placares de 30% a 36% e de 32% a 39%, respectivamente. Na pesquisa espontânea, a preferência ainda é por Lula e cresce de 23% para 27%, no mesmo período. Bolsonaro saiu de 15% para 16%, se mantendo estável. O número de indecisos é alto, mesmo tendo uma queda de 2% em relação ao último mês, caindo de 54% para 52%. O levantamento ouviu duas mil pessoas, com 16 anos ou mais, entre os dias seis e nove de janeiro, com entrevistas “face-a-face”. O índice de confiança, segundo o instituto, é de 95%. A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-00075/2022. Desde o último dia 1º, todas as pesquisas sobre as eleições precisam ser registradas do TSE, seguindo padrão de formatação e metodologia exigidos.