Prefeito de Belo Jardim usa da coação com os contratados

Hoje a Câmara de Vereadores de Belo Jardim ira votar a Lei de diretrizes orçamentaria o que já vem sido discutido há mais de 30 dias, onde a bancada de oposição ao Prefeito de Belo Jardim tem colocado a necessidade de ter apenas 15% do orçamento para que possa ser remanejado pelo Prefeito.
O gestor tem insistido em 25%, o que lhe daria um cheque em branco sem autorização da Câmara para fazer qualquer remanejamento à LDO, lembrando que o Prefeito Gilvandro Estrela quando era Vereador sempre questionou o que todos os Prefeitos enviavam esse valor de 25% onde ele fez criticas veementes as outras gestões.
Sendo assim, desta forma o prefeito usou da intimidação e da coação contra os servidores contratados ordenando que os Secretários mobilizasse os funcionário contratados para pressionarem a bancada de oposição.
Vejam o que vazou do Gabinete do Prefeito:
“Solicito que cada Secretário convoque 06 servidores contratados e compareçam com eles hoje a noite na Câmara de Vereadores, às 20 horas, para pressionar os Parlamentares para aprovar a LDO.
Sem a aprovação dela o município vai parar em 2022.
Conto com vocês.”