Até quando os vereadores vão ficar na base?

A penúria dos vereadores já dura sete meses e a perguntar que não quer calar é: até quando isso vai durar? Nunca na história política de Belo Jardim eles foram tão humilhados e escanteados como na gestão de Gilvandro Estrela.
Levam quase todo dia chá de banco dos secretários que quando atendem os nobres parlamentares é pra dá como reposta a palavra mágica de três letras: NÃO.
A primeira ministra Joedna Tatcher além de não atender bem os vereadores, gosta da fazê-los de bobo, pedindo pra vim amanhã, mais tarde, outra hora…
Os edis que compõem a base do governo andam tristes, amargurados e prometem chutar o pau da barraca.
Já é unanimidade que não vão fazer campanha para Mendonça Filho e que na primeira oportunidade vão pedir o boné e sair pela porta dos fundos. Após a live do ex-prefeito Hélio dos Terrenos, teve vereador veterano que disse: “saudades do tempo em que a gente tinha valor e vez no governo”.
Segundo fontes palacianas, estão no aguardo dos Costa que são famosos por ajudar vereador antes, durante e depois da campanha, bem diferente de um ex-ministro que quer ser deputado de todo jeito, mas só vive com o escorpião no bolso.