RMR e Agreste terão flexibilização nas restrições de combate à Covid-19

A partir do próximo dia 19, os municípios da Região Metropolitana do Recife e das zonas da Mata Norte e Sul, que compõem a primeira macrorregião de saúde de Pernambuco, terão o retorno dos serviços não essenciais aos finais de semana.
O comércio varejista de bairro e centro, assim como bares e restaurantes, estará autorizado a funcionar até 18h, para o estabelecimento que abrir às 10h. . Durante a semana, as orientações seguirão as mesmas em vigor atualmente.

Flexibilização no Agreste
Já a segunda macrorregião, que abrange os municípios do Agreste e completará três semanas de restrições mais rígidas neste domingo (13), começará a ter o retorno dos serviços não essenciais a partir de segunda-feira (14).
Segundo os titulares das secretarias estaduais de Saúde (SES-PE), André Longo, e de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebelo, essa região vem apresentando uma redução nas solicitações por leitos de UTI Covid-19 após a implementação da quarentena.
“É um quadro que não dá conforto, mas aponta uma reversão”, destacou Rebelo. De acordo com os dados apresentados por ele, a segunda macrorregião começou a apresentar aceleração nas solicitações por leitos de UTI Covid-19 na última semana de abril, que registrou 243 pedidos – 76 a mais do que a semana anterior.
As três primeiras semanas de maio foram de aumento nesse indicador, que subiu para 244 na Semana Epidemiológica (SE) 18 (entre 2 e 8 de maio), para 272 na SE 19 e para 365 na SE 20.
A última semana de maio (SE 21) e a primeira de junho (SE 22) registraram 338 e 307 solicitações, respectivamente. “Os primeiros dias desta semana atual (SE 23) reforçam essa tendência de redução”, disse Rebelo.
O comércio estará autorizado a abrir mais cedo, podendo funcionar entre as 5h e as 20h, respeitando o limite máximo 10 horas contínuas durante a semana. Nos finais de semana, o funcionamento poderá ser entre as 6h e as 18h, respeitando oito horas de funcionamento.
Já as lojas varejistas deverão fechar mais cedo. Poderão, também, abrir às 5h, mas o horário limite será 18h, respeitando o máximo de 10 horas de expediente nos dias de semana. Nos finais de semana valerão as oito horas de atividade, entre 6h e 18h.