Pernambuco registra 2.143 casos e 54 óbitos pela Covid-19 nas últimas 24h

 

 

 

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) notificou, nesta quarta-feira (5), mais 2.143 casos da Covid-19 e 54 mortes relacionadas à doença provocada pelo coronavírus Sars-CoV-2.
Entre os novos casos confirmados, 141 (6,5%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 2.002 (93,5%) são leves. Já os óbitos ocorreram entre os dias 8 de novembro e essa terça-feira (4).
As vítimas (35 masculinos e 19 femininos) eram residentes dos municípios de Agrestina (1), Altinho (1), Araripina (2), Arcoverde (1), Bezerros (1), Bodocó (1), Buíque (2), Cabo de Santo Agostinho (1), Camaragibe (3), Carpina (2), Caruaru (1), Chã de Alegria (1), Garanhuns (1), Gravatá (1), Igarassu (1), Ipojuca (1), Ipubi (2), Itaquitinga (1), Jaboatão dos Guararapes (2), Olinda (3), Ouricuri (1), Parnamirim (1), Paulista (3), Petrolina (2), Recife (13), Santa Cruz (1), Santa Filomena (1), Sertânia (2) e Vitória de Santo Antão (1).
Elas tinham idades entre 32 e 93 anos – 30 a 39 (2), 40 a 49 (4), 50 a 59 (14), 60 a 69 (12), 70 a 79 (15), 80 ou mais (7). Dos 54, 40 tinham doenças preexistentes: doença cardiovascular (24), diabetes (15), hipertensão (9), obesidade (5), câncer (5), tabagismo/histórico de tabagismo (4), doença renal (3), histórico de AVC (3), doença respiratória (2), doença de Alzheimer (1), histórico de etilismo (1), imunossupressão (1) e doença neurológica (1) – um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais seguem em investigação.
Com os novos dados, Pernambuco reúne 414.929 casos confirmados da doença. Desse total, 352.555 são pessoas recuperadas, enquanto 14.333 não resistiram às complicações provocadas pela Covid-19. Os demais, mais de 48 mil, são casos ativos, ou seja, pacientes com a doença em curso no momento.
Mais de dois mil desses pacientes se encontram internados em leitos de terapia intensiva, com quadros de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).
No momento, a ocupação das UTIs na rede pública para atendimento à Covid-19 está em 97%, de um total de 1.657 vagas. As enfermarias somam 1.249 leitos e têm ocupação de 81%.
Na rede privada do Estado, são 489 leitos de UTI para pacientes com a doença, estando 91% deles preenchidos, e 249 vagas de enfermaria, com 62% de ocupação.