Morador denuncia lixo espalhado na rua Antônio Marçal da Silva

Um morador da rua Antônio Marçal da Silva, procurou o Site Paredão do Povo para denunciar que sacolas de lixo e entulho são jogados no meio da rua. Ele, que preferiu não se identificar, enviou fotos revelando a sujeira que fica ao longo da rua.
A coleta de lixo é irregular, reclamou o morador completando que muito lixo também é jogado em terreno baldio.
Segue algumas fotos que o denunciante fez na tarde desta terça-feira.

PROFESSORES E COORDENADORES DA REDE MUNICIPAL DE BELO JARDIM PARTICIPAM DO FÓRUM REGIONAL DA EJA EM CARUARU

Na manhã desta terça-feira (23), professores e coordenadores da Educação de Jovens e Adultos da rede municipal do município participaram do Fórum Regional da EJA na ACACCIL em Caruaru.
O evento teve como objetivo principal unir forças em busca de melhorias para esta modalidade de ensino, visando garantir o direito à educação de qualidade e igualitária para aqueles que, de alguma forma, não tiveram a oportunidade de frequentar a escola na idade adequada, permitindo retomar os estudos de onde eles foram interrompidos.
O momento, que foi de extrema importância, contou com a participação das coordenadoras municipais, as professoras Janaína Ramos e Valcilene Oliveira, além de representantes das escolas Antenor Vieira, Castelinho, Manoel Teodoro e Luiza Leopoldina.
Possibilitar o acesso à educação é extremamente importante, afinal, a educação é direito de todos.
Assessoria

Ex-prefeita de Tacaimbó é absolvida na Justiça Federal

A Justiça Federal de Pernambuco julgou improcedente a ação penal promovida pelo Ministério Público Federal em desfavor da ex-prefeita de Tacaimbó, Sandra Aragão, pela acusação do não repasse de valores de empréstimos consignados à Caixa Econômica Federal.
Conforme a sentença, a absolvição de Sandra Aragão se deve ao fato de que em momento algum ficou configurado que a ex-prefeita tenha se beneficiado pessoalmente de qualquer verba pública, pois manteve o mesmo padrão de vida, renda e imóvel, antes, durante e ao deixar a Prefeitura.
A fundamentação da sentença acolheu a tese da defesa da ex-prefeita, conduzida pelo advogado Pedro Melchior de Mélo Barros. Segundo ele, “através de documentação e provas testemunhais, restou comprovado que os repasses não se deram no devido tempo e modo, em razão dos constantes bloqueios dos valores do Fundo de Participação dos Municípios ocorridos no ano de 2016 em Tacaimbó, bem como por não haver qualquer prova de apropriação de valores por parte de Sandra Aragão, pessoa notoriamente reconhecida por sua probidade, e ainda pelo fato de que a mesma no transcurso da sua gestão promoveu várias tentativas de resolução da questão junto à Caixa Econômica Federal.”
Pedro Melchior afirmou que a sentença que absolveu a política levou em consideração “que mesmo diante da crise financeira que assolou o Município, o pagamento do funcionalismo foi mantido em dia pela prefeita.”
Folha de PE

Câmara de vereadores de Belo Jardim arquiva projeto para identificação dos carros oficiais e particulares locados

A câmara de vereadores de Belo Jardim arquivou na reunião desta terça-feira (23/04) a proposta de lei que pedia obrigatoriedade da identificação de todos os carros oficiais da prefeitura municipal.
O projeto de nº 19/2019, proposto pelo vereador Gilvandro Estrela (PV), pedia o estabelecimento da obrigatoriedade de identificação dos carros oficiais da administração direta e indireta do município de Belo Jardim, inclusive os particulares locados, com o brasão da municipalidade e proíbe o uso de logotipos institucionais desses veículos, além de estabelecer penalidades para o descumprimento desta lei e mal uso desses veículos.
O objetivo, de acordo com o relator do projeto, era o de impedir a locação de veículos fantasmas por parte do governo municipal e coibir que os veículos, especialmente os locados, sejam utilizados em outras funções com o uso do dinheiro público.
Os defensores do projeto falaram sobre a importância da aprovação dele para a transparência das contas do município, destacando um contrato de locação de 71 veículos por um prazo de 90 dias, que foi firmado em 16 de agosto de 2018 e que custou aos cofres públicos R$ 1.230.000,00 (Hum Milhão, Duzentos e Trinta Mil Reais).
Sem que a população e a câmara de vereadores pudesse fiscalizar o uso destes veículos.
Dos treze Vereadores presentes na sessão votaram a favor do projeto, o autor, Gilvandro Estrela e os vereadores Pitomba, Bruno Galvão e Nilton Senhorinho. Já os que votaram contra foram: Da Paz, Tenente, Claudemir, Macarrão, Zé Guri, Wilsinho, Marcelino e Marcos Buchudo. O Presidente não vota.
Tailane

A Livraria Maciel ampliou o seu espaço para dar maior comodidade a você nosso cliente.

Também trouxe muitas novidades:
Sistema de segurança
Artigos para festas
Móveis para escritório
Artigos religiosos
Livros
E muito mais…
No Setor de Artesanato a Livraria Maciel trouxe para você, diretamente do Recife, o professor da Litoarte, Gilmar Sales que irá ministrar aulas de Arte Francesa, Scrapdecor e dicas de scrapbbok.
Venha conferir todas essas novidades na Livraria Maciel
Rua Raimundo de Moraes, Centro – Belo Jardim

Morador denuncia esgoto a céu aberto na rua Alcides Isidoro, bairro da Ponte Nova

Os bairros são diferentes, mas o problema é o mesmo. Em locais distintos de Belo Jardim, a comunidade reclama de entupimento de esgoto. Desde o inicio do mês, a quantidade de relatos sobre a mesma situação tem aumentado.
Entre o caso mais recente, está a rua Alcides Isidoro, bairro da Ponte Nova, segundo relato de um morador faz 11 anos da existência de esgoto a céu aberto escoando pela rua e levando riscos para a saúde dos moradores.
Para os moradores da referida rua, é inaceitável ver o esgoto correndo no meio da rua e ninguém tomar uma providência. “Esse esgoto fica assim o tempo todo e acaba atraindo um monte de mosquito. Sem contar o mau cheiro que é causado por este esgoto aqui. Pra você ter uma ideia eu vivo de porta fechada para não sentir esse odor”, concluiu o morador.

Vereador Bruno Galvão verifica denúncias in loco na zona rural de Belo Jardim

Na tarde desta segunda-feira (22), o vereador Bruno Galvão (PT), acompanhado dos vereadores Gilvandro Estrela e Pitomba da Lotação, estiveram em Vila Nova, localizada no distrito de Serra dos Ventos, zona rural de Belo Jardim para visitar as dependências da Escola Municipal João Marques da Silva, e conferiu in loco a denúncia sobre uma possível doação irregular de um terreno pertencente ao município, onde funcionava um Grupo Escolar na comunidade.
“Recebemos esta denúncia de alguns moradores, e constatamos que de fato que o Grupo Escolar está desativado, foi derrubado e desmanchado em cinco lotes, e as pessoas que possivelmente receberam a doação irregular deste terreno, estão construindo”, destacou, Bruno.
Os procedimentos jurídicos e administrativos serão tomados acerca desta possível doação irregular. “Toda doação de terrenos do município, tem que passar obrigatoriamente por votação na Câmara de Vereadores, e neste caso, não chegou absolutamente nada relativo a essa doação para apreciação dos vereadores. Registramos em fotos o objeto da denúncia, envolvendo as construções no terreno, e iremos encaminhar ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE), para que as medidas cabíveis sejam tomadas”, ressalta o vereador.
Assessoria

Dr. Maneco fala da amizade de João Mendonça com Magno Martins

O pré-candidato a Prefeito de Belo Jardim Dr. Maneco questionou uma nota postada no facebook do jornalista Magno Martins, referente ao ocorrido na última quinta-feira 18 na igreja Matriz da Conceição, onde o padre Geraldo Magela, que convidou cinco políticos para participarem como atores do ato da Última Ceia, na igreja.
Segundo Dr. Maneco: “A intenção do Padre foi relacionar a Campanha da Fraternidade com políticas públicas. O povo entendeu diferente. E pior, a amizade de João Jatobá com Magno Martins, vem, por 2 vezes, postando notícias referente ao caso.”, finalizou.