Em entrevista, Mendonça presta contas sobre investimentos do MEC em Belo Jardim

O ex-ministro da Educação e deputado federal, Mendonça Filho (DEM) foi o entrevistado deste sábado no programa Bitury Debate, da Rádio Bitury FM de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco. Na entrevista, Mendonça começou falando sobre sua presença constante em Belo Jardim independente dos compromissos que tem como deputado federal e como teve como ministro da Educação, cargo que ocupou até o início deste mês.
“Compromissos eu tive em todo o país como ministro, mas claro nunca deixei o município fora das minhas ações e por isso sempre estive presente em Belo Jardim como sempre foi, desde que estou na vida pública nunca me ausentei desta que é a minha terra, a terra do meu pai e da minha família”, afirmou Mendonça.
Na sequência da entrevista, o deputado falou das ações viabilizadas pelo Ministério da Educação durante sua gestão para Belo Jardim.
“Nunca antes na história de Belo Jardim este município recebeu tanto em recursos e ações. Só para o IFPE foram mais de R$ 10 milhões, enquanto que para a Prefeitura Municipal foram pouco mais de R$ 17 milhões via FNDE, isso sem falar no campus da UFRPE que conseguimos e que vai sair, vai ser entregue, eu estou pessoalmente acompanhado todo o projeto mesmo agora estando fora do MEC, e que será algo que vai transformar Belo Jardim. Serão R$ 100 milhões investidos aqui no município na construção desta universidade. Embora alguns adversários me critiquem e duvidem de muitas das minhas ações, tudo que eu consigo em obras e ações sai, pois eu sou um homem de compromisso, de palavra com a população”, enfatizou Mendonça.
O ex-ministro também comentou sobre o andamento do governo municipal de Belo Jardim em âmbito geral e especificamente na área da educação.
“Liberamos muitos recursos para a educação de Belo Jardim, para construção de creches, quadras, escolas, mas o município não tem conseguido tocar a sua parte. A parte que compete a mim, ao MEC, nós fizemos, que foi colocar os recursos à disposição da Prefeitura de Belo Jardim. Infelizmente uma coisa só funciona se ambos os lados cooperarem. Liberamos verbas, articularmos os contratos para doações de terrenos como ocorreu com o do IFPE ali no acesso ao Maria Cristina, para construção de uma creche, agora o município que é quem executa a obra, que é quem faz a obra com a verba que nós liberamos não tem feito a sua parte, tem estagnado e aí quem sofre, lamentavelmente, são os belo-jardinenses que deixam de ganhar novas creches, quadras e escolas para os seus filhos. Isso sem falar nos R$ 2 milhões que articulei como deputado em Brasília para destinar para a saúde municipal de Belo Jardim, mas volto a dizer, é preciso o município fazer a sua parte e apresentar projetos, propostas para que os recursos sejam liberados. Numa administração pública é preciso ter engajamento, responsabilidade e compromisso, do contrário nada funciona”, disse Mendonça.
Ao final da entrevista, Mendonça comentou sobre política a nível de Brasil, Pernambuco e de Belo Jardim. E aproveitou a oportunidade para anunciar um dos nomes da que o grupo vai apoiar no município.
“O quadro nacional hoje ainda está indefinido, assim como no âmbito estadual. Mas a nível de Pernambuco nosso grupo de oposição está unido junto a nomes como o de Armando Monteiro, o meu, o de Bruno Araújo, o de Fernando Bezerra e de tantos outros homens de bem que unidos irão escolher a melhor chapa para governo, senado e para deputados. E aqui eu quero afirmar que em Belo Jardim nosso grupo terá candidatos e um deles eu já posso anunciar, que é a minha irmã Andréa Mendonça, que será nossa candidata a estadual representando Belo Jardim”, afirmou Mendonça.
Imagem Josué Figueira
Texto BJ1