NOTA DE REPÚDIO DO VEREADOR GILVANDRO ESTRELA:

É lamentável que desde a semana passada os meios de comunicação e as redes sociais de nosso município não falem outra coisa a não ser dos supostos escândalos envolvendo a administração do Prefeito Hélio dos Terrenos e em especial alguns dos seus familiares.
No dia 02 de Julho de 2017 o eleitorado de Belo Jardim, de forma maciça, fez a opção pelo atual Prefeito a fim de que ele gerisse os destinos da terra do Bitury pelos próximos 04 anos.
Menos de 08 meses depois o que se percebe é denúncia em cima de denúncia, sem falar no Hospital quase fechado, a educação se arrastando, a insegurança crescendo, as praças sem vida e sem verde, o matadouro e o mercado de carne fechados, as ruas escuras e esburacadas, os servidores com salários atrasados, a máquina inchada de servidores (2.306 contratados, segundo a senhora Simone), ausência de concurso público, o nepotismo desenfreado, a cooptação de políticos de outros partidos, carro do SAMU quebrado, a zona rural abandonada, obras federais paralisadas, dentre outras coisas do conhecimento de todos nós.
Por fim, vídeos e mais vídeos denegrindo a imagem Vereadores, Secretários, funcionários graduados e pessoas do bem e do mal.
O mais interessante é que existe também possível Usurpação da Função Pública, pois segundo se comenta tem gente na Prefeitura que manda e desmanda e lá não trabalha, o que é crime (Art. 328, caput do Código Penal): “Aquele que usurpa função pública está sujeito a uma pena de 3 (três) meses a 2 (dois) anos de detenção mais multa. Se tirar alguma vantagem, patrimonial ou moral, do crime, a pena pode subir de 2 (dois) a 5 (cinco) anos de reclusão, mais multa”.
Asseguro a todos que irei tomar todas as providências legais cabíveis para denunciar esses atos supostamente ilícitos.
Atenciosamente
Gilvandro Estrela
Vereador e Presidente da Câmara Municipal.