DA MAIOR EXPRESSÃO POLÍTICA DO AGRESTE DE PERNAMBUCO, A UMA EMISSORA DE RÁDIO

É essa a triste trajetória de um dos maiores grupos políticos do interior do estado. Aos comandos da “Baraúna do Agreste”; líder mão de ferro e coração de amigo, o grupo Mendonça foi referência política e esteve à frente de grandes momentos da política estadual e regional, alcançando, inclusive, a incrível façanha de eleger dois deputados federais e dois estaduais em uma única eleição.
Por quase 40 anos, esteve forte e decisivo a nível estadual e fez frente, a nível municipal, ao grupo de seu ex aliado. Fez um governador e articulou a maior derrota que Miguel Arraes sofreu nas urnas em todos os tempos. Depois de muitos anos, reconquistou a prefeitura, reelegendo seus membros por três mandatos consecutivos.
É, mais tudo acabou. A “Baraúna” se foi, João Mendonça, o seu membro mais carismático se foi, e todos de relevância se foram. Na câmara municipal só conta, por enquanto, com um único representante. Na assembleia estadual, nenhum nome, na câmara dos deputados piorou. Seu maior líder não tem mandato e pouco pode fazer  ou quando fez, meteu os pés pelas mãos insistindo no nome de sua irmã para prefeitura e assembleia legislativa, mesmo sabendo de sua irrelevância política nos dois níveis.
É triste, pra Belo Jardim e Pernambuco, ver um dos maiores grupos políticos de suas histórias, que teve a frente “a Baraúna do Agreste  um dos mais respeitados líderes políticos do estado -, reduzido a uma emissora de rádio.
Dr. Evandro Mauro.

AEB :Sindicato denuncia a situação financeira da instituição

Nesta quarta-feira (22), representantes do Sindicato dos professores e servidores da Autarquia Educacional de Belo Jardim (AEB), participaram da reunião na Câmara de Vereadores. A professora e presidente do Sindicato, Mercês Costa e o professor José Estevão usaram a tribuna da Casa Legislativa para explanar as dificuldades enfrentadas pela instituição e pelos funcionários, que estão há dois meses sem receber seus salários.
O funcionário efetivo da AEB, Washington Luiz, lamenta a situação em que a Unidade se encontra. “Há 29 anos trabalho na Autarquia, no setor de informática, e nunca passei por uma situação dessas de ficar sem receber. Por causa disso, eu não tive como pagar a conta de luz e cortaram a minha energia”, concluiu o servidor.
“A gente já ficou de madrugada na porta do prefeito, já subiu e desceu serra, já fizemos de tudo para sensibilizá-lo. Não é só o salário. Você já pensou uma instituição como a AEB, fechar as suas portas?”, disse em tribuna a professora Mercês Costa.
A Autarquia soma uma dívida de R$ 2 milhões 429 mil, referente ao ano de 2018. O vereador Bruno Galvão, se comprometeu em buscar soluções junto ao Sindicato e a Autarquia, em consonância com o Poder Executivo Municipal.
“O Sindicato colocou a situação da AEB de forma clara. O presidente está de mãos atadas, o sindicato querendo resolver a situação e o alunado à mercê de tudo isso. A gente que tem zelo pela cidade, sabe a importância da AEB. Da minha parte, enquanto vereador e cidadão, irei lutar pela Autarquia, acionando os nossos deputados e o senador para nos ajudar, mas é preciso que o Governo Municipal faça o dever de casa”, pontuou o vereador.
Assessoria

PRECÁRIA: Comunidade denuncia que UBS da Cohab II está abandonada

A precariedade na Unidade Básica de Saúde localizada na Cohab II foi denunciada pela comunidade local que buscam diariamente os serviços de atendimento clínico.
De acordo com Marcos, A falta de estrutura é visível, o banheiro está aos pedaços e interditado. A falta de estrutura é visível, pintura descascada, portas quebradas, que apontam para o cenário de descaso, a comunidade pede providências.

Faculdade Pitágoras de Belo Jardim apoia Movimento Maio Amarelo

No próximo dia 24, a Instituição Pitágoras de Belo Jardim promove a palestra ‘No trânsito, o sentido é a vida’. A iniciativa é aberta à comunidade, resultado do Movimento Maio Amarelo, campanha internacional de conscientização para a redução de acidentes no trânsito.
“A Pitágoras de Belo Jardim encabeça o movimento, que tem como proposta articular uma ação que reúna o poder público e a sociedade civil, coloque a temática da segurança viária em pauta e mobilize sociedade, empresas, governo e entidades de classe no apoio à causa”, destaca Kelvim Cruz, diretor da unidade.
De acordo com dados do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE), e da Secretaria de Trânsito de Belo jardim (BeloTran), o número de veículos em circulação na cidade saltou de 12 mil para mais de 28 mil, crescimento significativo nos últimos dez anos, marca que expõe a necessidade de melhorar a sinalização e os estacionamentos, bem como conscientizar os pedestres sobre as regras para alcançar uma convivência harmoniosa.
A palestra é gratuita, a inscrição pode ser realizada na sede da Pitágoras ou através do link: http://abre.ai/T4T, o candidato preenche a ficha de inscrição até ás 16h, da sexta-feira dia (24). É necessário que o participante esteja portando documento de identificação na entrada do evento e um quilo de alimento não-perecível que será destinado a Instituição de caridade Casa de Maria.
SERVIÇO
Faculdade Pitágoras | promove palestra: ‘No trânsito, o sentido é a vida’
Horario:19h00 – Local: Faculdade Pitágoras de Belo Jardim
Rua Doutor Henrique Nascimento, 41, Centro de Belo Jardim-PE

Informativo AEB

A Faculdade do Belo Jardim – FBJ juntamente com o curso de Engenharia de Produção está oferecendo a palestra sobre a metodologia WCM – Manufatura de Classe Mundial que acontecerá dia 6 de junho.
Destinada a comunidade acadêmica e aos profissionais interessados da região. A palestra contará com a presença do Administrador e Eng. de Produção especializado em Intl Business pela Aspect College (Lincoln University).
As inscrições estão abertas no site https://www.even3.com.br/wcmaebfbj/.

Secretaria de assistência promove oficina de balé para crianças do Serviço de convivência e fortalecimento de vínculos (SCFV)

O balé integra mais uma ação da Secretaria de Assistência Social, que já oferece aulas de música, jiu Jitsu e culinária aos jovens inseridos no SCFV. As atividades tem como objetivo trabalhar através da dança e da consciência corporal, a identidade, confiança e sociabilidade dos participantes do SCFV. As aulas acontecem no Centro Social Urbano, Para mais informações os interessados deveram comparecer ao local.

SECRETARIA DE JUVENTUDE APOIA TORNEIO DE FUTEBOL

Seguindo a sua rotina de incentivar e apoiar as diversas práticas no âmbito da juventude, a Secretaria de Juventude e Trabalho, está apoiando a prática do desporto, através do Torneio de Futebol oferecido pela Escolinha de Futebol da Esperança, que será realizado no próximo domingo (26).
O Secretário Neto Andrade, falou da importância de apoiar eventos onde a juventude belojardinense esteja inserida.

Nota de esclarecimento

Nós do Direita Belo Jardim, viemos a público esclarecer as acusações do ex-secretário de educação, ex-diretor presidente da autarquia de ensino do município e atual vereador Wilsinho.
O Direita Belo Jardim, movimento partidário de ideologia moral conservadora e liberal econômica, sempre deixou claro e evidente o nosso posicionamento opositor aos quatro atuais grupos políticos da cidade (João Mendonça, Mendonça Filho, Cintra Galvão e o de Hélio dos Terrenos).
O vereador Wilsinho, em tom de arrogância e prepotência, no final de suas palavras diz que “diferente de vocês (nós do DBJ) que vão ter que ralar para escrever a história de vocês que não passam de um movimento que quer resolver os problemas da cidade corrigindo postagens”.
Queremos lembrar que nenhum de nós do DBJ, fomos candidatos a nenhum cargo, em nenhuma eleição. Nós, como qualquer cidadão, votamos e apoiamos algum candidato, de algum desses grupos e nenhuma dessas atuais facções políticas, representam mais nossa ideologia e pensamento. Diante disso, resolvemos sair das agremiações partidárias as quais fazíamos parte e estamos em uma nova jornada, buscando o nosso espaço, para mostrar aos “veteranos” como se faz política e administração de verdade.
Há vereadores (a exemplo do próprio Wilsinho), que têm vários mandatos e até “elegem” seus sucessores (no caso dele, a esposa, Patrícia Maciel, que foi vereadora entre 2013-16), transformando a “democracia” em uma oligarquia.
Usando como fonte o site do TSE, órgão máximo eleitoral do Brasil, “ao VEREADOR cabe elaborar as leis municipais e fiscalizar a atuação do Executivo – no caso, o prefeito. São os vereadores que propõem, discutem e aprovam as leis a serem aplicadas no município. Entre essas leis, está a Lei Orçamentária Anual, que define em que deverão ser aplicados os recursos provenientes dos impostos pagos pelos cidadãos. Também é dever do vereador acompanhar as ações do Executivo, verificando se estão sendo cumpridas as metas de governo e se estão sendo atendidas as normas legais.”
Diante do pressuposto acima descrito, não cabe ao vereador criar telecentros ou dar qualquer ajuda financeira ou material aos eleitores, antes, durante e nem depois das eleições.
Partindo desse ponto, qual foi a realização desse edil em seus mandatos?
Fiscalizar o gestor municipal, ele nunca fez, já que se alia sempre ao prefeito que assume o cargo, mesmo tendo-o xingado meses atrás em palanque, durante uma campanha eleitoral.
Além disso, a cidade vive um caos tremendo e um descaso sem igual: pessoas morrem por falta de atendimento hospitalar básico; alunos correm risco de morte viajando em ônibus sucateados; faltam medicamentos no hospital, farmácia do município e UBS’s; funcionários estão com vários meses de salários atrasados, o governo com dívidas milionárias aos credores e qual foi a fiscalização feita por ele? Qual ação ele tomou para ajudar o povo (inclusive o que o elegeu)?
Elaborar ou aprovar leis municipais, só se forem as que agradam ao seu “mestre”. Mesmo se for uma lei que vai ser benéfica a população, se o prefeito ordenar, ele e tantos outros cangurus (vereadores que pulam de prefeito para prefeito), votarão contra. Se for ruim para a população, mas bom para o chefe do executivo municipal e vir a ordem “de cima”, é votado favorável.
Queremos finalizar esse texto enorme, mas esclarecedor, com algumas perguntas ao camarista:
1 – Quem era o secretário de educação do município no governo Marcos Coca-Cola, que iniciou a construção de uma creche próximo a AABB e que se arrasta de 2012 até hoje sem conclusão?
2 – Quem indicou a secretária de educação do final da gestão de João Mendonça?
3 – Quem assumiu a secretaria de educação municipal ano passado e indicou o atual secretário da pasta, que vem mantendo ônibus de empresa terceirizada em péssimas condições de segurança e conforto, além de vários desses veículos cheios de multas e atrasos de documentos?
4 – De quem foi a indicação desse mesmo secretário, que seus correligionários dizem que “a culpa dos ônibus estarem em péssimas condições são dos alunos”, mas que a secretaria, que tem a obrigação de resolver a situação, se necessário, usando o poder de polícia que ela tem em certos casos, não faz a sua OBRIGAÇÃO?
Lembrando, nobre edil: O senhor é uma figura pública e é um funcionário do povo. “Nós”, o colocamos lá através do voto “democrático” e pagamos seu salário e regalias com o dinheiro dos nossos impostos. Vossa senhoria está apto a receber críticas, até das formas mais irônicas possíveis. Esse é o preço por se tornar uma pessoa pública, a qual o senhor escolheu ser, não foi obrigado, correto?
Não queremos desrespeitá-lo, apenas achamos icônico, uma pessoa que foi secretário de educação e ex-diretor presidente de uma autarquia de ensino, trocar uma letra numa palavra simples.
Se o ofendemos, pedimos as mais sinceras desculpas, e diante de suas palavras, “que vão ter que ralar para escrever a história de vocês”, o desafiamos a fazer o seu papel de vereador, FISCALIZANDO, COBRANDO e LEGISLANDO PELO POVO, não por interesses pessoais.
Quais suas respostas?